TESTAMENTO PÚBLICO

Muitas pessoas tem o desejo de deixar seu patrimônio (ou parte dele) a um ente ou amigo querido que não está na lista de herdeiros necessários, ou mesmo deseja que um dos herdeiros necessários conte com uma parcela maior da herança que deixará.

O Testamento é a maneira de fazer valer sua vontade post mortem.

O Testamento Público é o ato notarial pelo qual uma pessoa declara como e para quem deseja deixar seus bens para depois de sua morte. Trata-se de um documento sigiloso a respeito do qual apenas o testador poderá solicitar uma certidão. Só se tornará acessível ao público após a morte do outorgante.

É um ato que pode ser revogado ou reformado enquanto o testador viver e estiver lúcido e só vale após a morte do testador.

A lei brasileira admite várias formas de Testamento, e por meio do Testamento Público tem-se a maior segurança de que sua vontade será cumprida.

O Testamento Público é feito na presença do Tabelião e de duas testemunhas (que não podem ser parentes do testador nem dos beneficiados e devem ser maiores e capazes)

O testamento pode ser alterado ou revogado a qualquer momento antes da morte do testador, enquanto ele estiver em gozo de suas faculdades mentais.

Por meio da CENSEC (central dos tabelionatos) todos os testamentos feitos no país podem ser consultados, sendo obrigatória a sua consulta ao proceder-se um Inventário em cartório.

A busca pode ser feita pelo link https://buscatestamento.org.br/CertidaoOnline/SolicitacaoTestamento.aspx.

Dessa forma, garante-se que após a morte do testador sua manifestação última de vontade será revelada e garantida, mesmo que ele tenha guardado sigilo dos familiares.